Esquema criminoso de “Guardiões do Crivella” pode gerar impeachment

0
8
Fábio Motta / Agência O Globo
Fábio Motta / Agência O Globo

Após os mandados de busca e apreensão contra servidores da Prefeitura do Rio de Janeiro envolvidos no suposto esquema chamado de “Guardiões de Crivella”, o prefeito Marcelo Crivella virou alvo da investigação do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) na última terça-feira (01).

Enquanto o processo corre na Justiça para apurar os indícios de crimes de Crivella, o vereador Tarcísio Motta (PSOL) e a deputada Renata Souza (PSOL) protocolaram pedido de impeachment na Câmara Municipal do Rio. Também na Câmara, a vereadora Teresa Bergher (Cidadania) já articula a instauração CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) sobre o caso.

O ESQUEMA

Os “Guardiões de Crivella” envolvidos no esquema se articulavam diariamente para atrapalhar o trabalho da imprensa e dos jornais ao impedir reclamações de munícipes contra o sistema de saúde. Tentando manipular as notícias e intimidando cidadãos, os “Guardiões” faziam plantão em frente aos hospitais e unidades de saúde da cidade, fingindo serem usuários e elogiando o prefeito em entrevistas.

A ação tem sido investigada junto à Draco (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas) por meio da Operação Freedom e, até o momento, oito já cumprem mandado pelo esquema criminoso.