Secretaria Municipal de Saúde vacina mais de 90 mil no Dia D contra o sarampo

0
9
Posto de vacinação em Realengo. Divulgação/SMS
Posto de vacinação em Realengo. Divulgação/SMS

Neste ano, foram aplicadas quase 700 mil doses da vacina na capital

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) superou em 35% a meta estipulada para a vacinação neste sábado (7), o Dia D de Vacinação Contra o Sarampo no Município do Rio. Ao todo foram vacinadas 91.428 pessoas, superando em mais de 30 mil a estimativa de 60 mil pessoas imunizadas.

Desde o início do ano, foram aplicadas 689.361 doses da vacina. Mais de 370 pontos de vacinação funcionaram no sábado até às 17h, incluindo as 233 unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde) e 140 postos extras que receberam pessoas com idade entre 6 meses e 59 anos.

Na comunidade do Barata, em Realengo, Zona Oeste, uma das regiões mais afetadas pelas chuvas da semana passada, foi montado um posto de vacinação pela Prefeitura. 

Todos os jovens e adultos com idade entre 15 e 29 anos, mesmo que estejam com a vacinação em dia, estão sendo vacinados. As mulheres que estão amamentando e as puérperas (na fase de até 45 dias após o parto) também são prioritárias, já que os bebês só podem ser vacinados a partir dos seis meses. O foco nesses grupos se justifica porque as maiores taxas de incidência de contaminação pela doença ocorrem justamente nas faixas etárias de 6 meses a 5 anos e de 15 a 29 anos. A vacina só é contraindicada para gestantes e imunodeprimidos (pessoas que têm doenças que enfraquecem a capacidade de defesa do organismo).

” O carioca é um povo incrível. Essa mobilização da Prefeitura para disponibilizar mais de 370 postos de vacinação contribuiu para superarmos o objetivo de 60 mi doses. A cidade vacinou em 2020 cerca de 700 mil pessoas. É uma demonstração de amor por todos aqueles que por algum motivo não podem ser vacinados e precisam que seus familiares estejam protegidos bloqueando o sarampo”, comemora a secretária de Saúde, Beatriz Busch. O objetivo é aplicar 2 milhões de doses na população até dezembro de 2020.

O município do Rio registra 100 casos de sarampo, contra 114 registrados ao longo de todo o ano de 2019.